Estudantes recebem o “mito” com vaias e “fora Bolsonaro” em Salvador

Reprodução redes sociais

(Reprodução redes sociais)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) foi recebido, na quarta-feira (16), com vaias, gritos e xingamentos enquanto visitava as instalações do Senai Cimatec, em Piatã, em Salvador (BA).

O Centro Universitário Senai Cimatec é uma das melhores instituições de ensino em engenharia do País, segundo reconhecimento do MEC/Inep, e conta com vasta atuação em cursos de graduação, entre cursos superiores de engenharia e arquitetura.

O chefe do Executivo cumpriu agenda também nas estruturas das Osid (Obras Sociais Irmã Dulce), no Largo de Roma.

O momento da chegada foi registrado por celulares e divulgado nas redes sociais. Bolsonaro aparece ao lado do ministro da Cidadania João Roma (Republicanos), pré-candidato ao governo do Estado da Bahia.

Durante a passagem do chefe do Executivo, os alunos ficaram à distância e gritaram para o presidente e a comitiva utilizarem a máscara. “Coloca a máscara, filho da pu**!” e “A pandemia acabou?!”, foram algumas das frases proferidas. O momento repercutiu nas redes sociais.

Reunidos, os estudantes gritaram: “Ei Bolsonaro, vai tomar no c*!” e “Fora Bolsonaro!”. Foram também proferidas manifestações a favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), principal rival do atual presidente nas eleições de outubro.

Durante a visita ao Senai, os alunos ficaram confinados em salas ou áreas determinadas, para que o presidente pudesse cumprir a agenda.

Em seguida, Bolsonaro foi visitar as Osid. A entidade, que é um dos maiores complexos de saúde 100% SUS (Sistema Único de Saúde) do País, vive a pior crise financeira da história da instituição.

O País vive a pior crise, em todos os setores, desde a redemocratização, em 1985.

O Palácio do Planalto negou que a viagem tenha teor eleitoral, todavia as viagens de Bolsonaro a Estados do Nordeste têm se intensificado nos últimos meses.

A região, e principalmente a Bahia, tem dado vantagem ao candidato petista à Presidência da República.