Eleições 2017 no Amazonas: PCdoB decide apoio a Eduardo Braga

reprodução

Neste sábado (10), em reunião da comissão política estadual ampliada do PCdoB do Amazonas  foi aprovado o apoio do PCdoB ao pré-candidato do PMDB, senador Eduardo Braga. O apoio foi decidido pelo coletivo partidário em reunião realizada no Sindicato dos Metalúrgicos, localizado na rua Duque de Caxias, bairro Praça 14, das 9h às 14h desta sábado (10).

Em contrapartida, o PCdoB cobrou que o senador se posicione contra as reformas de seu correligionário Michel Temer para garantir apoio da militância.

Maior sigla no estado em número de militantes, a Resolução 03/2017 do Comitê Estadual do PCdoB/AM, antecipa: Crítica a pulverização de candidatura, tática essa, usada pelo grupo do ex-governador José Melo; Construir uma candidatura eleitoralmente viável; Compromisso de ser contra as reformas anti-povo do Temer, especialmente trabalhista e previdenciária.

Com isso, a direção resolve “indicar apoio a pré-candidatura de Eduardo Braga (PMDB), conclamando a militância e aliados a cerrar fileiras na defesa de avanços para o Amazonas”, aponta a resolução estadual.

Destacando o documento aprovado pelo partido, o presidente do PCdoB no estado, Eron Bezerra afirma que o compromisso de ser “contra as reformas anti-povo do Temer, especialmente trabalhista e previdenciária” foi uma das prerrogativas. “E hoje indicamos apoio a pré-candidatura de Eduardo Braga, conclamando a militância e aliados a cerrar fileiras na defesa de avanços para o Amazonas”, declara.

De acordo como secretário estadual de movimentos sociais do PCdoB, Yann Evanovick, o esforço agora será para conquistar também aliança com o PT, que tem como pré-candidato o deputado estadual José Ricardo.

“Hoje a gente aprovou o apoio a pré-candidatura do Eduardo (Braga). O nosso esforço é para viabilizar uma frente ampla e deixamos claro que queremos um campo para fortalecer o Estado. Nós não vamos impor vice, mas se houver a necessidade temos quadro, porém não apresentamos isso como condicionante. Nós temos um carinho muito grande pelo deputado José Ricardo e estamos num esforço para trazê-lo para o nosso campo. E o objetivo agora é inviabilizar o retorno desse grupo que apoiou o ex-governador cassado José Melo. Queremos ganhar o PT para este grupo e eles estão avaliando. A conjuntura esta sendo operada”, contou Yann, em entrevista a reportagem de A Crítica.