Dirigente do PCdoB-DF sofre abordagem injustificada da PM

O PCdoB do Distrito Federal emitiu nesta quinta-feira (30) uma nota em solidariedade ao dirigente do partido, Sérgio Pedro, vítima das abordagens autoritárias e discriminatórias realizadas por policiais militares da região.

No documento, assinado pela comissão executiva do partido, o PCdoB informa que também pedirá a Corregedoria da PM-DF para investigar a “apuração da prática discriminatória e se houve motivação política na abordagem”.

Na ocasião, a ação da PM foi filmada e mostra uma ação autoritária e agressiva com o dirigente que acabava de sair de uma reunião com partidos da Federação Brasil da Esperança no centro da capital da República. O vídeo da abordagem pode ser conferido aqui.

Abaixo, leia a íntegra da nota.

Nota do PCdoB sobre a abordagem da PM-DF ao dirigente Sérgio Pedro

A direção do PCdoB/DF vem a público manifestar sua solidariedade ao dirigente Sérgio Pedro, vítima de uma abordagem agressiva da PM-DF pelo simples fato de estar saindo de uma reunião política no Conic no início da noite.

As imagens registradas mostram de forma inequívoca que o tratamento dispensado ao dirigente foge às regras e procedimentos da PM e das práticas de segurança pública que são amparadas pela legislação em vigor.

Iremos representar à Corregedoria da PM para apuração da prática discriminatória e se houve motivação política na abordagem.

A democracia exige respeito à legislação por parte de todos, principalmente das forças de segurança pública.

O atual governo do DF é responsável pelo desaparelhamento e falta de estrutura da segurança pública, e a abordagem filmada mostra como a irresponsabilidade do GDF com a formação dos policiais atinge a população negra do DF.

Brasília, 01 de julho de 2022
Comissão Executiva PCdoB – DF

__