Dino: Falta justiça e igualdade para o povo ter acesso a seus direitos

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), candidato a reeleição, destacou a necessidade de continuar ampliando os serviços públicos e políticas sociais no estado maranhense, em entrevista à rádio local, na segunda-feira (6).

Para ele, um dos principais desafios do estado é a desigualdade. “Poucos se acham dono de tudo, e a maioria com nada ou quase nada. O que falta é justiça e igualdade para que as pessoas tenham acesso aos seus direitos”, frisou.

Governador que mais cumpriu promessas

“Nós fizemos o máximo. O portal G1 mostrou que fomos o governo que mais cumpriu o seu programa, ou seja, suas propostas. Eu continuo ficha limpa. Quando fui candidato em 2014 não respondi a nenhum processo na justiça. Chega 2018 e continua do mesmo jeitinho. 100% ficha limpa. Então tem um patrimônio sério e honrado. E por isso, posso falar de propostas e ideias novamente, lastreado e embasado nessa trajetória. Assim vamos fazendo o casamento entre continuidade e renovação”, explicou.

Geração de empregos no Maranhão

“Enfrentamos o período mais duro da crise econômica nacional, em 2015 e 2016. Uma tragédia no Brasil inteiro. Chegamos a quase 15 milhões de desempregados e 60 milhões de desocupados no campo e na cidade. Uma tragédia e retrocesso social gigantesco por conta desta instabilidade política. Temos muitos estados hoje totalmente desestruturados, por exemplo, o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul”.

O governador explicou que o Maranhão conseguiu sobreviver a esse período e em 2017, já teve uma retomada na geração de empregos. “Fomos uns dos poucos estados que teve saldo positivo na geração de empregos, mais admissão do que demissão”.

“Em 2018, temos um saldo positivo de empregos com destaque dos 5 maiores do país. Mostrando que estamos no caminho certo. Fazer esse casamento do setor público com as empresas para que isso gere emprego”.

Acredito na justiça para todos

Questionado o motivo que deixou de ser juiz federal, o governador do Maranhão afirmou que acredita na justiça para todos os brasileiros, e através da política, ao inaugurar uma escola, asfaltar uma rua ou abrir um hospital, é fazer justiça para milhares de pessoas.

No âmbito nacional, Flávio Dino defendeu eleições livres e o direito do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ser candidato. “Que Lula possa participar do processo eleitoral e que a gente tenha uma correção de rumos no Brasil”.

Ouça na íntegra: