Derrota de Lula no STF: PCP manifesta solidariedade ao povo brasileiro

O Partido Comunista Português (PCP) divulgou nesta quinta-feira (5) uma nota de solidariedade ao povo brasileiro. Leia abaixo a nota e em seguida a resposta do PCdoB.

NOTA DO GABINETE DE IMPRENSA DO PCP

Sobre os últimos acontecimentos no Brasil

A recusa do Habeas Corpus interposto por Lula da Silva no Supremo Tribunal do Brasil representa um passo mais na consumação do golpe de Estado institucional, iniciado em 2016, com a escandalosa destituição da legítima Presidente do Brasil Dilma Rousseff e a imposição de um governo que está a destruir tudo o que de mais positivo fora alcançado pelo povo brasileiro desde 2003, durante os mandatos de Lula da Silva e Dilma Rousseff.

Sob a capa da “justiça” de um sistema judicial reconhecidamente comprometido com o golpismo, está em marcha um vergonhoso processo político que, ao mesmo tempo que dá cobertura ao corrupto, antipopular e repressivo governo de Michel Temer, procura a todo o custo impedir a candidatura de Lula da Silva às eleições presidenciais de 2018.

Perante uma tão grave situação, em que acossado pelo crescente descontentamento e oposição popular, o golpismo já promove ações de violência de carácter fascista contra manifestações em apoio a Lula e agita o espectro de golpe militar, o PCP manifesta uma vez mais a sua profunda indignação e a mais veemente condenação, reclama o fim da perseguição a Lula da Silva e aos democratas e progressistas brasileiros, apela à solidariedade para com os trabalhadores e o povo do Brasil na sua luta em defesa da democracia e contra um poder golpista e repressivo.

Resposta do PCdoB:

Querido camarada Pedro Guerreiro,

Transmita à Direção do fraterno Partido Comunista Português, o nosso profundo agradecimento pela solidária posição manifestada na nota publicada no dia de hoje, 5 de abril, em solidariedade com o nosso povo, o presidente Lula e as forças democráticas e progressistas do Brasil. Uma posição que sem dúvida reflete os nobres sentimentos de amizade fraterna dos comunistas portugueses e do povo português para com o povo brasileiro. O nosso país está vivendo um dramático momento, em que a solidariedade internacionalista é um elemento indispensável para reunirmos forças na luta por um país democrático, soberano e progressista.

Com fraternais saudações internacionalistas,
José Reinaldo Carvalho,
pelo Comitê Central do Partido Comunista do Brasil