Bancada na Câmara comemora os 97 anos de luta do PCdoB

Reprodução

Fundado em 1922, o partido mais antigo do país, o PCdoB completa nesta segunda-feira (25), 97 anos de existência. A data, comemorada em todo o país, foi repercutida pela bancada parlamentar da Câmara dos Deputados.

O líder da sigla na casa, Daniel Almeida (BA), diz que o partido comemora seu aniversário com “muita força e energia” na luta contra os retrocessos impostos pelo atual governo. O partido se junta as forças progressistas em defesa da democracia, soberania, dos direitos dos trabalhadores. Avante comunistas”, conclamou o Daniel.

Para a líder da Minoria na Câmara, Jandira Feghali (RJ), durante sua existência o partido lutou pela democracia, foi perseguido pela Ditadura e manteve-se firme com seus ideais.

“Jamais abandonou o lado que o faz um dos partidos mais respeitados do país: o lado do povo. Os 97 anos do PCdoB são um orgulho para todos nós, militantes da liberdade, da soberania e dos direitos do povo! Nosso partido sempre esteve ao lado dos trabalhadores do campo (foice) e das cidades (martelo) na história”, completou.

A deputada Alice Portugal (BA) lembrou que é filiada ao partido desde 8 de março de 1978. “Fiz uma opção consciente de militância e de vida. Entendo que as pessoas valem pelo que são e não pelo que têm. Por isso milito no meu único partido, o partido do socialismo”, comemorou. 

Ela ainda destacou que a sigla “sempre esteve nas principais lutas em defesa da democracia, dos interesses do povo e por um Brasil justo e soberano”.

A deputada Perpétua Almeida (AC) disse que durante os 97 anos o partido sempre esteve em defesa do Brasil e do povo brasileiro. “Sem nunca mudar de lado”, lembrou.

Para o deputado Márcio Jerry (MA) o partido completa 97 anos com uma história de luta e compromisso com o povo, em defesa da pátria livre, soberana e justa. “Viva o PCdoB, viva o Brasil. Viva os que lutam por uma sociedade de iguais, fraterna e solidária”, comemorou.

Confira o vídeo do líder Daniel Almeida sobre a data: