O tema desde seminário, além de atual, dada a tentativa de desmonte realizada pelo atual governo, vai estar muito presente no processo eleitoral. Por isso, quanto mais elementos sobre a situação dessas duas empresas, mais poderemos organizar sua defesa durante a campanha e sua reconstrução depois.

A criação da Petrobrás (1953) e da Eletrobrás (1962) foram marcos fundamentais na afirmação da Nação Brasileira, superando a ineficiência das companhias estrangeiras que aqui operavam, e permitiram um grande salto no desenvolvimento do país. No momento, a responsabilidade das forças nacionais é resistir ao desmonte que elas vêm sofrendo, patrocinado por interesses que não são os nossos, e formular os caminhos para a sua reconstrução.

Para debater esse tema, convidamos pesquisadores que não apenas são profundos conhecedores da real situação dessas duas empresas, como tiveram a experiência de dirigir ou trabalhar nelas ou na agência reguladora (caso da Petrobras).

Após as exposições, será aberto o debate aos participantes. O acesso será pela nossa plataforma do PCdoBdigital,  teremos também transmissão ao vivo pelas redes sociais. Veja abaixo a programação.

Os interessados em participar podem enviar um e-mail para [email protected]

PROGRAMAÇÃO

Dia 23 de maio, 18 horas  

Apresentação – Rosanita Campos – Coordenadora da Cátedra Claudio Campos

Abertura – Renato Rabelo, Presidente da Fundação Maurício Grabois

Mesa 1   – A Petrobrás – O que está acontecendo hoje com a maior empresa petrolífera da América Latina? Qual seu papel no desenvolvimento nacional? Qual o significado da descoberta do Pré-Sal para a Petrobrás e o Brasil? Por que importamos gasolina? Por que o diesel, o gás e a gasolina estão tão caros? Qual a relevância da Petrobrás para a vida do povo brasileiro? O que fazer para revigorar e fortalecer a Petrobrás?

Mediador – Jorge Venâncio

Palestrantes:

Prof. Guilherme Estrella – Geólogo pela Escola Nacional de Geologia (hoje ICMN) da UFRJ, 1964. Geólogo da Petrobrás, 1965 – 1994. Cargos mais importantes:  Gerente de Exploração da Costa Leste Brasileira, Gerente de Exploração e Produção da Braspetro Iraque (Bagdá), Superintendente Adjunto de Exploração e Produção, Superintendente Geral do Cenpes (Centro de P, D & E da Petrobrás), Diretor de Exploração e Produção, 2003-2012, todos na Petrobrás. Doutor Honoris Causa pela Universidade do Porto (Portugal) e Universidade Federal de Ouro Preto, MG (Brasil).Medalha de Ouro Pandiá Calógeras e Membro Honorário da Sociedade Brasileira de Geologia. Prêmio Dewhurst do Conselho Mundial do Petróleo. Membro da Academia Nacional de Engenharia – ANE (Brasil) e da National Academy of Engeenering (NAE) dos EUA. Atualmente é membro do Conselho Diretor do Clube de Engenharia e do Conselho Curador da Fundação Gorrceix da Escola de Minas da UFOP-MG.

Prof. Ildo Sauer, ex-diretor de Gás da Petrobras, ex-diretor do Instituto de Energia e Ambiente. Possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1977), mestrado em Engenharia Nuclear e Planejamento Energético pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1981) e doutorado em Engenharia Nuclear – Massachusetts Institute of Technology (1985). Atualmente é professor titular da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Energia, com ênfase em Organização da Industria de Energia e Organização da Produção e Apropriação Social de Energia, atuando principalmente nos seguintes temas: planejamento energético, modelos de demanda e recursos e oferta de energia, uso racional de energia, avaliação e desenvolvimento de recursos, produção descentralizada de energia, regulação e controle, políticas energéticas, análise econômica, histórica e social da evolução das formações sociais e apropriação da energia. Petróleo, gás natural, bioenergia, energia nuclear, energia eólica, hidráulica.

Dr. Carlos Felipe Rizzo – Engenheiro Civil, formado pela UFF, com MBA de Energia pela FGV e MBP pela Coppe, UFRJ, Consultor, ex-membro do Conselho da Refinaria de Manguinhos, ex-presidente da Doris Engenharia Brasil, ex-diretor de Relações Institucionais da Keppel Fels Brasil.

Dr. Fernando Siqueira – Engenheiro eletricista pós graduado em Petróleo e cursos de instala ção no mar em Huston – EUA. Trabalhou como engenheiro na Petrobras por 25 anos e exerceu as funções de projetista, chefe de setor de projetos especiais, chefe da Divisão de Engenharia, do departamento de produção e superintendente de projetos na bacia de Campos e de Santos. Tem MBA em previdência complementar e é autor de vários livros sobre petróleo. Hoje é Diretor da AEPET – Associação dos Engenheiros da Petrobrás da qual também já foi presidente, e Diretor do Clube de Engenharia. Foi presidente do Conselho Fiscal da Petros

Dra. Magda Chambriard – Engenheira civil, formada pela UFRJ, mestre em engenharia química pela Coppe/UFRJ e tem especialização em engenharia de petróleo pela Petrobras, onde atuou por 22 anos. Também exerceu diversos cargos na Agencia Nacional do Petróleo, onde atuou até 2016, inclusive como Diretora Geral. Desde 2017 atua na área como consultora independente. A partir de 2021 tem atuado também na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro como consultora.

Dr. Francisco Nelson – Ex-membro da direção da ANP – Agência Nacional do Petróleo. Engenheiro agrônomo especializado em Petróleo e meio Ambiente. Mestre em Bioenergia, é da ANP desde 2005, em 2016 assumiu a Superintendência de Abastecimento e em 2017 a função de Superintendente de Fiscalização e Abastecimento.

Dia 30 de maio 18 horas

Mesa 2 – A Eletrobás – Qual a situação da Eletrobras nos dias atuais? Qual o papel dessa empresa de energia no desenvolvimento nacional? Por que o Governo Bolsonaro quer privatizá-la? É importante para o Brasil ter o controle de empresas de energia estratégicas ou essa privatização bolsonarista é conveniente? Por que a luz está tão cara? O que fazer para revigorar e fortalecer a Eletrobrás?

Mediador – Nivaldo Santana

Palestrantes:

Prof. Roberto D’Araújo – Diretor do Instituto Ilumina. Engenheiro Eletricista pela PUC/RJ. Mestrado em Engenharia de Sistemas e Controles PUC/RJ.  Pós-graduação em Power Systems Operation & Planning – Waterloo University – Canadá. Estágio Técnico na Bonneville Power Administration – Oregon – EUA. Chefe da Assessoria de Métodos de Furnas Centrais Elétricas. Chefe de Departamento se Estudos Energéticos e de Mercado de Furnas Centrais Elétricas. Foi membro do conselho de Administração de FURNAS de 2003 a 2005. É Professor do curso de MBP especializado em Petróleo da Coppe e Consultor em Energia Elétrica para várias empresas do setor.

Prof. Aurélio Valporto – Economista. Presidente da Abradin – Associação Nacional dos Investidores e Acionistas Minoritários em Empresas de Capital Aberto. MBA em Finanças pela FGV.

Profa. Clarice Ferraz – Economista, Professora da Escola de Química da UFRJ, Mestrado em Energia pela École Polytechnique Fédérale de  Lausane (EPFL), Mestrado em administração Pública com especialização em Gestão Pública e Meio Ambiente pela  Universidade de Genebra, Doutorado em Ciências Econômicas e Sociais pela Universidade de Genebra, Pós-doutorado pela  Instituto de Economia da UFRJ, Pesquisadora Associada do Grupo de Economia da Energia do I.E. da UFRJ desde 2012, Diretora do Instituto Ilumina.

Dr. Sergio Siqueira da Cruz – Médico, Escritor, jornalista da Hora do Povo – Membro do CC do PCdoB e Pesquisador da Cátedra Claudio Campos da FMG.

Dr. Ícaro Chaves – Secretário Geral da Associação dos Engenheiros e Técnicos do Sistema Eletrobrás desde 2018. É Engenheiro das Centrais Elétricas do Norte do Brasil, foi do Conselho Deliberativo da Caixa de Assistência do Setor Elétrico – EVIDA – representando os empregados até 2021, é membro do Conselho de Administração das Centrais Elétricas do Norte do Brasil, foi Diretor Executivo do Sindicato dos Urbanitários do DF até 2021 e foi Engenheiro do Ministério das Comunicações (2006 e 2007).

Prof. Ildo Sauer – ex-diretor de Gás da Petrobras, ex-diretor do Instituto de Energia e Ambiente. Possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1977), mestrado em Engenharia Nuclear e Planejamento Energético pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1981) e doutorado em Engenharia Nuclear – Massachusetts Institute of Technology (1985). Atualmente é professor titular da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Energia, com ênfase em Organização da Industria de Energia e Organização da Produção e Apropriação Social de Energia, atuando principalmente nos seguintes temas: planejamento energético, modelos de demanda e recursos e oferta de energia, uso racional de energia, avaliação e desenvolvimento de recursos, produção descentralizada de energia, regulação e controle, políticas energéticas, análise econômica, histórica e social da evolução das formações sociais e apropriação da energia. Petróleo, gás natural, bioenergia, energia nuclear, energia eólica, hidráulica.