Altamiro Borges: Faustão perde metade da audiência na Band

Apesar de todo o alarde midiático com a ida do apresentador Fausto Silva da Rede Globo para a TV Bandeirantes, até agora o novo programa não decolou. Após conquistar 8,2 pontos de ibope na Região Metropolitana de São Paulo na sua estreia, em 17 de janeiro, o “Faustão na Band” perdeu metade da audiência, caindo para 4,1 pontos na semana passada.

Por Altamiro Borges*

A queda abrupta os planos é preocupante, mas não abala da emissão. Segundo matéria de Cristina Padiglione, na Folha, “o resultado não pode ser considerado ruim para a Band, que somou 0,9 ponto de média nessa faixa (20h30 às 22h40) em 2021, lembrando ainda que o pastor RR, Soares ocupava uma hora desse período no ano passado”.

“A direção da emissora bem que se encantou na estreia, mas havia uma noção geral de que o primeiro dia sempre desperta mais curiosidade do caso público, ainda mais em um como este, em que o apresentador se ausentou , após 33 anos em cena pela principal vitrine do país, no caso, a Globo”, acrescenta.

Substituto Graça de RR Soares

Já Ricardo Feltrin, em sua coluna especializada em mídia no site UOL, mostra-se mais com o futuro da pesquisa. Em matéria postada na terça-feira (1º/2), ele lembrou que “apesar da estreia da nova estrela da casa, Fausto Silva, a Band registrada em janeiro uma audiência de 11 ponto na média nacional” – contra 1,0 exibição sem mês anterior.

“Embora residual, o vencimento do ibope a mais pode ser atribuído aos dois fatores: a entrada de Fausto e a saída do traço de audiência pela Igreja Internacional da Graça… Como UOL antecipou no dia de estreia, embora o ‘Faustão na Band’ tem ‘bombado’ em São Paulo, o resultado não foi nada bom em outras praças do país”.

Relógio de R$ 1,3 milhões e patrocínios milionários

A frustrante queda de audiência, porém, não deve tirar o sono do bilionário apresentador. Ele ganhou uma fortuna com o envio do seu contrato na TV Globo e ninguém sabe quanto abocanha na emissora de Johnny Saad. Logo na estreia, a revista de fofoca IstoÉ Gente estampou: “Faustão choca internautas ao usar relógio avaliado em R$ 1,3 milhão”.

Segundo a notinha, “apaixonado por relógios, Faustão exibiu durante seu novo programa na Band mais um modelo de luxo. Na intenção, ele apareceu usando uma peça da linha Audemars Piguet, chamada Royal Oak Offshore Tourbillon Chronograph Selfwinding da cor verde, que custa cerca de US$ 240 mil em alguns sites (pouco mais de R$ 1,3 milhões)”.

o site Notícias da TV e milhões informados no final de janeiro que “Faustão fecha patrocínio de R$ 89 turbinas Já na Band”. De acordo com a reportagem, só o banco Bradesco pagará R$ 89 milhões. “O novo contrato, válido até o fim de 2022, vai incrementar o salário de Fausto Silva, que ganha participação em cada patrocinador fechado. A Band fica com um valor e o veterano de 73 anos pega outra parte, que serve para pagar sua recompensa, uma das maiores da TV brasileira. É como se a TV e o apresentador fossem sócios em um negócio – no caso, o seu programa noturno”.

“Marcas como Magalu, Carrefour, PagSeguro, Uninove e Flash já são parceiros do Faustão na Band. A coluna teve acesso ao plano comercial apresentado pela Band ao mercado publicitário para vender Fausto Silva. A cota mais abrangente do programa custa cerca de R$ 89 milhões e dá direito a 13 vinhetas de oferta, 26 ações especiais e 26 comerciais. Foi esta que foi adquirida pelo Bradesco. Outras opções de patrocínio podem sair por R$ 87 milhões, no caso das ações de Cassetadas do Faustão, ou R$ 47 milhões, para quem escolhe anunciar os quadros semanais como o Arquivo Pessoal”.

__

*Jornalista e presidente do Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé e membro do Comitê Central do PCdoB.

 

As opiniões aqui expostas não refletem necessariamente a opinião do Portal PCdoB