A Classe Operária circula neste Primeiro de maio

Órgão oficial de comunicação do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), A Classe Operária volta a circular neste Primeiro de Maio de 2019. Em formato de encarte (quatro páginas), o jornal aborda o tema da defesa dos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras, especialmente da aposentadoria, emprego e salário digno que estão sendo ameaçados pelo governo Bolsonaro.

Em alusão a campanha do Partido Comunista do Brasil, “Defenda sua aposentadoria”, a capa do tabloide estampa trabalhadores e trabalhadoras de diversas idades, camadas sociais e conclama a unidade para resistir à retirada de direitos do povo.

A Classe Operária – especial – aborda em seu editorial de capa os malefícios da proposta de reforma da Previdência do governo Bolsonaro. O texto critica a fixação de uma idade mínima para se aposentar, além do aumento da idade para homens e mulheres. Para os comunistas, “a Previdência poderia ter muito mais recursos se o governo fosse enérgico na cobrança de quem deve montanhas de contribuições previdenciárias. Também poderia criar condições para a economia crescer, gerando emprego e renda, aumentando os contribuintes do fundo geral das aposentadorias e dos benefícios”, aponta o tabloide.

 

O jornal assinala a resistência dos comunistas no parlamento, na atuação destacada de suas lideranças e dos representantes do Partido nas entidades sociais e sindicais para defender a aposentadoria, direito de todos e todas.

A Classe traz ainda a orientação da presidenta do PCdoB, Luciana Santos. Segundo ela, a “reforma” da Previdência do governo Bolsonaro faz parte da sua agenda antipovo e o “fim da aposentadoria é uma injustiça inaceitável”.

O arrocho salarial imposto pelo governo é ressaltado em matéria do jornal que defende ainda salário digno para todos os trabalhadores e trabalhadoras. O jornal prega a unidade para derrotar a proposta de reforma defendida pelo governo.

 

Assim, o PCdoB, conclama à unidade de partidos democráticos e progressistas que, junto ao movimento sindical, participem da luta em prol dos direitos do povo, duramente atacados pelas medidas do governo de Jair Bolsonaro.

Mobilização

Para tanto, o PCdoB prepara outros materiais visuais da campanha nacional Defenda sua aposentadoria para que sejam distribuídos, junto à Classe Operária, neste primeiro de maio.  A direção partidária orienta a participação em peso de sua militância nas atividades de luta no feriado para fortalecer a luta contra a reforma da previdência e outros retrocessos.

A Classe Operária ano 94, sétima fase, número 64, de abril de 2019, se encontra a disposição para impressão, clique aqui para baixar arquivo.

Leia a íntegra do jornal a seguir: