PCdoB-Florianópolis promove pré-conferência de movimentos sociais

O PCdoB de Florianópolis realizou, neste sábado (11), sua segunda pré-conferência municipal. Desta vez, o tema foi os movimentos sociais.  O encontro foi feito de maneira híbrida (presencial e virtual) devido às restrições impostas pela pandemia de Covid-19.

A abertura da pré-conferência ficou a cargo de três mulheres comunistas: Anderlize Abreu,  presidenta do PCdoB de Florianópolis; Jussara Cony, ex-vereadora de Porto Alegre e ex-deputada estadual do Rio Grande do Sul; e Clair Castilhos, ex-vereadora de Florianópolis e dirigente da União Brasileira de Mulheres (UBM).

O encontro debateu o papel histórico dos movimentos sociais que surgiram a partir do momento do aumento da complexidade da vida urbana, quando as lutas de classes aconteciam, em sua grande maioria, a partir do movimento de trabalhadores . As exigências de mulheres, estudantes, população LGBTQI+ etc. resultaram na organização das lutas específicas para a melhoria da qualidade de vida e para a conquista de direitos.

Como tarefa coletiva, a pré-conferência levará para a conferência municipal a decisão de fortalecer os movimentos em que os militantes comunistas estiverem na linha de frente e acelerar o recrutamento para o partido de militantes nas frentes de massas.

Também tiveram participação especial Fafá Capela, dirigente da ANPG (Associação Nacional de Pós-Graduandos)  e da UBM; Janaína Deitos, vice-presidente do PCdoB de Florianópolis e Fabiano Deitos, vice-presidente do PCdoB de Santa Catarina, que discutiram a importância da frente ampla pelo fora Bolsonaro e pela democracia.

A convenção municipal do PCdoB da capital catarinense ocorre no dia 18 de setembro, às 14 horas, também de forma híbrida. Até lá, haverá ao menos outras três pré-conferências: trabalhadores do serviço público, trabalhadores do serviço privado e universidade.

 

Por Werner Franco

 

(PL)