Convenção no PR decide apoiar Requião (Senado) e João Arruda (governo)

Reunião ocorreu no sábado (4), em Curitiba

A Convenção Eleitoral do PCdoB do Paraná ocorreu no último sábado (4), na cidade de Curitiba, onde delegadas e delegados presentes deliberaram sobre a coligação para as eleições a serem realizadas em outubro.

No intuito de construir uma frente progressista que lute contra os avanços das forças conservadoras no estado, os dirigentes decidiram por apoiar o Senador Roberto Requião (MDB) em sua reeleição para o Senado. Também deliberaram pelo apoio à candidatura de João Arruda (MDB) para o governo estadual.

Para disputar a Câmara dos Deputados, o PCdoB do Paraná apresenta sete candidatas e treze candidatos do partido, que estarão numa chapa proporcional com o MDB, com o PDT e com o Solidariedade. Para a disputa na Assembleia Legislativa do Paraná, lançaram como candidato Nilton Bobato, atual vice-prefeito de Foz do Iguaçu.

O vice-presidente do PCdoB do Paraná, Elton Barz, declara que “a convenção do partido foi a mais unitária e com maior participação dos últimos anos. Mostra que vamos conseguir nossos objetivos políticos. O PCdoB quer contribuir para a mudança do Paraná e do Brasil. Teremos um partido maior depois desta eleição”.

A direção do PCdoB-PR emitiu nota nesta terça-feira (7) em que “saúda a camarada Manuela d’Ávila que, junto com Fernando Haddad e Lula, levará um projeto de nação que derrotará nas urnas as forças conservadoras e golpistas, reafirmando uma frente progressista unitária para debater um novo projeto nacional de desenvolvimento”.

Segue abaixo a íntegra da nota assinada pelo presidente do PCdoB Paraná, Edson Souza

POR UM PARANÁ COM FUTURO

Coerente com sua história, o PCdoB-Paraná priorizou em sua convenção a construção de um projeto eleitoral que aglutinasse as forças políticas determinadas a combater o desmonte do Estado promovido nos últimos oito anos pelo governo Richa (PSDB).

Chegamos a construção de uma frente progressista possível, que, capitaneada por João Arruda (MDB), propõe a retomada do desenvolvimento do Paraná aos moldes do que foram os três mandatos do senador Roberto Requião a frente do Palácio do Iguaçu.

Acreditamos que essa aliança representa não somente uma acertada tática eleitoral para derrotar as candidaturas de direita, mas apresenta ao Paraná um novo grupo político capaz de romper com o domínio das forças conservadoras. Um elemento importante para isso, foi a mudança de comando do PDT, que, na figura do agora candidato ao senado, Nelton Friedrich, resgata a tradição brizolista de combate ao lado da classe trabalhadora.

Um importante passo que nos levou a confirmação dessa aliança, foi o papel que o senador Roberto Requião (MDB) desempenha na defesa de um Brasil soberano, contra os desajustes impostos pela agenda neoliberal. Motivo pela qual é tarefa principal dos comunistas e todos aqueles que defendem a democracia a manutenção do mandato de Senador, o qual, é essencial não somente ao Paraná, mas ao Brasil.

Nosso partido está pronto para fazer história ao eleger Nilton Bobato deputado estadual, alçando um comunista para ocupar uma vaga na Assembléia Legislativa – fato que não ocorre desde 1946. Essa é a tarefa central do nosso partido com relação a eleição das proporcionais. Levar o nome do camarada Bobato é fundamental para consolidar o PCdoB no cenário da política paranense.

Cada militante deve fortalecer nossas lideranças regionais que se dispuseram como candidatos a deputados federais. Essas candidaturas representam o trabalho de base do partido, sua construção social na luta por uma sociedade mais justa, empunhando as bandeiras contra as desigualdades. Contribuem para que o partido supere a clausula de barreiras, mas acima de tudo, levam consigo as diversas pautas de luta dos trabalhadores e impulsionam nosso projeto para o povo paranaense.

O PCdoB entende que a aliança no estado é fundamental, mas não se desvincula do projeto nacional que é a volta do campo popular representado nas figuras de Lula, Haddad e Manuela d’Ávila. Vencer as eleições presidenciais permitirá a retomada de um projeto exitoso para o país. Os comunistas demonstraram maturidade ao abrir mão da candidatura própria e construir a “unidade possível” para vencer esse pleito.

Portanto aqui no estado, respeitamos as candidaturas nacionais de cada partido dentro dessa aliança, mas reafirmamos que para nós é central  defender a candidatura Lula-Haddad-Manu e vamos agir com todas as forças articulando uma frente estadual dessa candidatura, tendo a certeza que mais uma vez a esperança irá vencer o medo!

Estamos prontos para colocar nosso time na rua e construir um Paraná com futuro!

#LulaManuHaddad
#JoãoArruda
#Requião
#NeltonFriedrich

#FederaisdoPCdoB
#BobatoEstadual
#ProjetoColetivo

Edson de Souza, Presidente PCdoB Paraná

Do PCdoB Paraná