Sobre o movimento social e a luta pela paz

No rumo das orientações traçadas pelo Comitê Central, no sentido de reforçar e ampliar os laços com os movimentos sociais, de aprimorar a ação política dos movimentos e entidades de massa em ligação com a grande luta política por um projeto nacional de desenvolvimento democrático e soberano, a Comissão Política Nacional conclama todo o Partido a:

1. Empenhar-se no apoio decidido aos esforços da Corrente Sindical Classista de constituir uma nova central sindical no país, classista e democrática, ampla e pluralista, como meio de contribuir para um novo nível de unidade na luta de todos os trabalhadores e aglutinar amplos setores para seu congresso de fundação previsto para realizar-se de 12 a 14 de dezembro próximo. O esforço político deve ser dirigido ao debate com lideranças sindicais e com o conjunto dos trabalhadores, para dar ampla base de apoio à nova central e apontar para a constituição de uma mesa coordenadora das Centrais Sindicais como fator de unificação de suas lutas e bandeiras.

2. Empenhar esforços para a realização vitoriosa do Congresso da União Brasileira de Mulheres (UBM), previsto para 22 a 25 de novembro próximo, em Luiziânia (GO), sinalizando para seu fortalecimento conforme diretiva da Conferência Nacional sobre a Questão da Mulher e o processo de etapas estaduais e nacional do Congresso da União Brasileira de Estudantes Secundaristas (UBES), de outubro a dezembro próximo, o Congresso Mundial da Paz, a se realizar de 11 a 15 de abril de 2008 em Caracas, Venezuela.

3. Participar ativamente da Coordenação dos Movimentos Sociais (CMS) e de sua agenda de lutas e mobilizações deste semestre.

4. Participar ativamente da luta pela paz e contra a guerra, através do Cebrapaz.

Em outro plano, na passagem dos 90 anos da Revolução Russa, a Comissão Política Nacional indica aos Comitês Estaduais e outras organizações partidárias que realizem atividades comemorativas que destaquem as lições e o legado deste acontecimento histórico e ressaltem os desafios da nova luta pelo socialismo que se desenvolve na contemporaneidade.

São Paulo, 21 de setembro de 2007
A Comissão Política Nacional do Partido Comunista do Brasil