PCdoB saúda vitória de Boric: Frutos valiosos da luta do povo chileno

Nota da presidência e secretaria de Relações Internacionais

O PCdoB saúda vitória de Boric: “Frutos valiosos da luta do povo chileno”

A vitória de Gabriel Boric, derrotando o candidato da extrema-direita neofascista, coroa três anos de uma jornada histórica do povo chileno.

Foi em outubro de 2019 que o mundo assistiu, atônito, a vitrine latino-americana das experiências neoliberais entrar em convulsão social. Um oceano de manifestantes em jornadas cotidianas foram às ruas e não arrefeceram mesmo diante da brutal repressão, que feriu, prendeu, cegou e matou milhares, a maioria dos quais jovens.

O “estalido social” desnudou os inaudito egoísmos alienado da elite chilena, simbolizados pela frase que escapou da esposa do presidente Sebastian Piñera, Cecilia Morel, comparando os manifestantes com “alienígenas”, que estariam promovendo “uma invasão estrangeira”.

Essas jornadas vigorosas do povo chileno, politizadas, originais e unitárias, representaram um grande estímulo para toda a região e seus frutos foram valiosos: a elevação do nível de consciência política; a convocação e eleição de uma Constituinte cuja composição majoritariamente progressista aponta para a perspectiva concreta de se “enterrar” a era pinochetista no Chile; e, finalmente, a vitória de Gabriel Boric neste domingo, derrotando, de forma a não deixar qualquer margem a manipulações oportunistas, uma candidatura cevada no discurso anticomunista e pró-imperialista.

Nesta gesta, destacamos o papel de vanguarda do Partido Comunista do Chile, cuja força e autoridade política crescem a par de sua combatividade, inteligência tática e coerência.

O PCdoB saúda de forma calorosa o povo irmão chileno, os militantes da coalização Apruebo Dignidad e o presidente eleito Gabriel Boric. A vitória deste domingo nos incentiva a redobrar esforços, com entusiasmo e otimismo, em torno do grande objetivo dos brasileiros em 2022: derrotar a extrema-direita nativa e ajudar a impulsionar o desenvolvimento soberano e a integração e solidária de “Nossa América”, com liberdade e justiça social.

Brasília, 22 de dezembro de 2021.

 

Luciana Santos

Presidenta nacional do PCdoB

Walter Sorrentino

Vice-presidente e secretário de Política e Relações Internacionais