Nota de pesar morte do jornalista Duarte Pereira

Nota da presidenta do Partido Comunista do Brasil (PCdoB)

Nota de pesar morte do jornalista Duarte Pereira

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) manifesta seu mais profundo pesar pelo falecimento do destacado militante das causas democráticas e do socialismo, Duarte Pereira. Viveu muitos anos na clandestinidade como importante dirigente de Ação Popular (AP), depois também da Ação Popular Marxista-Leninista (APML).

Excelente jornalista – participou na revista Realidade e do jornal Movimento (publicação da imprensa alternativa, que exerceu importante papel no combate à ditadura militar) –, intelectual de vasta cultura, teórico marxista, sempre combateu o dogmatismo, ressaltando que o marxismo deve ser aplicado às condições concretas de cada país e cada situação. Para ele, era fundamental a aplicação da dialética na análise da realidade concreta.

No seu livro Repensando o Marxismo, Duarte Pereira mostrou como Lênin, pouco antes da Revolução Russa, entre agosto de 1914 e meados de 1915, frequentou a biblioteca de Berna, Suíça, aprofundando seus estudos sobre a dialética.

No processo de incorporação da APML ao PCdoB, Duarte Pereira teve participação decisiva. No curso desta luta, foi quem defendeu a tese vitoriosa de que, existindo um partido marxista-leninista, o PCdoB, era em torno dele que deveria se dar a unificação.

O PCdoB rende suas homenagens a este destacado comunista e manifesta sua solidariedade aos familiares e amigos, particularmente à sua esposa, Rejane.

Brasília, 13 de agosto de 2021

Luciana Santos – presidenta do Partido Comunista do Brasil (PCdoB)