Avançar na construção do projeto eleitoral de 2012

Nota da Comissão Política Nacional do PCdoB emitida após reunião realizada em 8 de abril de 2011, em São Paulo.

A situação política do país é favorável ao avanço das forças políticas democráticas, populares e progressistas. É um período de férteis oportunidades para o fortalecimento do novo ciclo político, aberto com os dois mandatos do presidente Lula, e cuja continuidade foi confirmada pela eleição da presidente Dilma Rousseff. Ultrapassada a marca dos cem dias de mandato, a presidenta tem amplo apoio popular e seu governo tem significativa aprovação. A oposição – em que pese os esforços para se agregar – prossegue sem discurso e corroída por disputas. O governo deve aproveitar esse cenário auspicioso para atuar com ousadia na realização dos compromissos assumidos com o povo, acelerando os passos para que o país ingresse numa nova etapa do projeto nacional de desenvolvimento.

Neste contexto, o Partido deve se orientar e concentrar suas energias na realização das seis tarefas definidas pelo Comitê Central. Entre elas, nesta oportunidade, destacam-se:

1) Avançar na construção do projeto eleitoral de 2012. Definir as prioridades, com especial atenção para a disputa majoritária. Movimentar e fortalecer as pré-candidaturas; preparar a listas dos futuros candidatos; compor chapas próprias; empenhar-se na filiação de lideranças; dialogar, desde já, com aliados para pactuar alianças. Esse esforço se justifica porque as eleições municipais, por serem a base do processo político, são a fase mais importante para a acumulação da força eleitoral do Partido.

2) Realizar as diretivas referentes à construção e à estruturação partidária. Neste âmbito, destaca-se a importância do 7º Encontro Sobre as Questões de Partido que merece e exige a aplicação de esforços para garantir a participação das delegações dos municípios convidados.

Finalmente, sublinha-se a relevância da atuação política dos movimentos sociais na conjuntura positiva já descrita. A ação para unir os trabalhadores e o povo, suas entidades e movimentos – em torno de uma plataforma de luta pelos seus direitos e avanço do projeto nacional –, é indispensável para as mudanças de que o país precisa. Em relação ao importante calendário das entidades de massa, o Partido deve continuar dando-lhes apoio e empenhar-se para que sejam impulsionadas por políticas que as fortaleçam.

São Paulo, 8 de abril de 2011.

A Comissão Política Nacional do Partido Comunista do Brasil (PCdoB)