Reafirmação como Partido Comunista e luta pela obra do Socialismo

O Partido Comunista do Brasil sempre possuiu uma grande importância no cenário político brasileiro. Sempre fomos um partido de vanguarda e sempre estávamos nas principais lutas políticas como um partido revolucionário formado por proletariados e intelectuais de todo o Brasil. Porém, com a atual conjuntura do golpe parlamentar deferido pela direita golpista em nossa democracia, tanto a esquerda em geral como o nosso partido em específico vem enfrentando diversos ataques por todos os lados, desde os principais meios de comunicação até as redes sociais. E é nessas horas, camaradas, que devemos nos unir e sermos fortes e continuar lutando.

Por Carlos Vinícius Ferrer*

Acredito que é de suma importância que o Partido Comunista do Brasil se posicione firmemente, neste 14º Congresso, como um partido de fato comunista e que deverá mostrar para a população que estamos do lado do proletariado, do povo, e não apenas fazendo atuando no âmbito da política burguesa de Brasília atual.

Lançar uma candidatura própria para disputar eleições a presidência da república e se afirmar como um partido de fato comunista é um caminho que possui uma grande importância na luta pela construção do socialismo no nosso país. Como Marx nos fazia acreditar, a conciliação com a burguesia em uma eterna luta de classes nunca irá existir. Por mais que a burguesia faça com que uma parcela da esquerda brasileira acredite em uma conciliação, quando surge um momento em que esta conciliação não for mais conveniente ao interesse da burguesia, tal conciliação é destruída de forma covarde, golpeando a democracia, como vimos acontecer em 2016 no Brasil.

Vale salientar que vários camaradas de esquerda não nos veem mais como um partido de fato comunista, que deixamos a luta do proletariado para viver de políticas dentro deste sistema eleitoral burguês, por isso friso a importância de voltarmos a nos firmar como comunistas e a propor uma educação as massas para quebrar com essa imagem criada pelo grande capital e a burguesia que comunismo é algo ruim para o trabalhador, como vem acontecendo atualmente, e voltar ao fortalecimento de nossas políticas para nos tornarmos mais fortes.

Enfim, lembremos que o capitalismo está atualmente passando por uma crise interna e externa e que, se for preciso, o mesmo irá produzir barbaridades para se proteger e tentar se manter forte, como, por exemplo, financiar candidaturas de fascistas. O golpe está aí.

Lutemos, camaradas!

*Paraibano, Advogado, Militante do PCdoB – São Paulo